Imigrar para o Canadá com nível básico de inglês: é possível?

share on

Imigrar para o Canadá sem inglês fluente é possível sim! Conheças as profissões em alta e os vistos para quem tem um baixo nível de inglês.

O Canadá é um dos destinos mais procurados por estrangeiros que desejam morar fora. Isso acontece porque o país norte-americano possui diversos programas de imigração e que atendem uma grande variedade de perfis de imigrantes.

 

Quem tem um nível básico de inglês costuma imaginar que é difícil ou até impossível encontrar uma oportunidade de trabalhar, ou estudar em terras estrangeiras. Porém, o Canadá oferece oportunidades mesmo para quem ainda não tem fluência no idioma.

 

Uma dessas possibilidades é imigrar por meio dos programas das Províncias do Atlântico, que sofrem com a falta de mão de obra qualificada e são um dos destinos mais comuns para estrangeiros que vão morar no Canadá.

 

Neste post, você vai saber tudo sobre Imigração no Canadá, profissões em alta e como conseguir o visto com baixo nível de inglês.

 

É verdade que o Canadá precisa de imigrantes?

 

É provável que você já tenha ouvido falar que os brasileiros são um dos povos que mais escolhem fazer intercâmbio no Canadá. Mas, além de oportunidades de estudo e trabalho temporários, o país também tem uma forte tradição de fornecer visto permanente para imigrantes.

 

O país é o segundo maior de extensão territorial em todo o mundo, entretanto, é pouco populoso. Além disso, com o aumento da qualidade de vida e o envelhecimento da população, não existe mão de obra suficiente para movimentar a economia local.

 

Faltam profissionais para diversos setores, principalmente, aquelas que exigem um grau de especialidade. Por esse motivo, todos os anos, o Canadá convida estrangeiros para se mudarem e fazerem do país seu novo lar.

 

A expectativa é que nos próximos anos mais de 1 milhão de pessoas sejam convidadas pelo governo canadense para viver no país até 2023. 

 

Como imigrar para Canadá legalmente?

 

Se você deseja imigrar para o Canadá legalmente, saiba que existem diversos tipos de programas disponíveis para aplicação ao visto permanente. Entretanto, nem todos são indicados para todo perfil de candidato.

 

Antes de tudo, a dica é conhecer as opções para entender melhor em qual delas você possui mais chance receber um convite para imigração. Importante destacar ainda que, dependendo do programa que escolher, você só tem uma chance de solicitar o visto, por isso, não se precipite.

 

O programa mais tradicional é o Express Entry. Ele é um dos processos mais rápidos entre aplicação e o recebimento do convite. Por outro lado, é um dos mais exigentes do ponto de vista de critérios.

 

Por funcionar em um esquema de pontuação, cada característica soma ou subtrai pontos do perfil do candidato. Assim, os estrangeiros que tiverem mais pontos têm mais chances de receber o convite do governo canadense. Porém, quem não tiver uma boa pontuação é retirado do programa.

 

Entre os itens avaliados estão: idade, proficiência em inglês e/ou francês, escolaridade, experiência profissional, entre outros. Inclusive, se você tem mais de 30 anos, saiba que a cada ano pontos são subtraídos de quem ultrapassou essa idade.

 

Existem, porém, outros programas que aumentam as chances de quem não pontuaria tão bem no Express Entry, como as aplicações para as províncias do Atlântico.

 

Canadá possibilita imigração para quem tem nível básico de inglês

 

Programa de imigração no Canadá para quem tem nível básico de inglês

 

Quem não é fluente em inglês, mas tem vontade de morar fora do país até para praticar o idioma, por exemplo, contam com programas que exigem um nível mais baixo de proficiência no idioma.

 

É claro que você precisa saber o básico, afinal, para sobreviver em outro país, você precisará se comunicar com os nativos. Mesmo assim, se você não é fluente em inglês, mas tem desejo de morar no Canadá, você pode conseguir o visto de permissão para moradia.

 

Uma dessas opções é por meio do Atlantic Immigration Pilot Program, programa de imigração para as províncias do Atlântico. Apesar de ser bastante concorrido, ainda é uma das principais porta de entrada para brasileiros no Canadá, pois as empresas locais buscam por profissionais especializados nos setores com maior carência de mão de obra qualificada.

 

Uma das formas de melhorar suas chances de conquistar um visto de permanência no Canadá é por meio do estudo ou do trabalho. O governo canadense costuma valorizar estudantes que se especializaram nas províncias do Atlântico e aqueles que receberam uma proposta de emprego de uma empresa local.

 

Geralmente, pelo menos um desses dois critérios são obrigatórios na aplicação pelo programa dessas províncias. Outro critério importante é a comprovação de renda, pois o governo deseja saber se você consegue se manter no país.

 

Conheça as províncias do Atlântico

Atlantic Immigration Pilot Program contempla as quatro províncias da Atlântico: New Foundland and Labrador, New Brunswick, Prince Edward Island e Nova Scotia. Cada um desses locais possui características específicas no quesito economia e, por isso, uma séria de profissões são beneficiadas com o programa.

  • Newfoundland & Labrador: a província fica ao leste do Canadá e é dividida pelo continente e ilha. A maior parte da população mora na ilha de Newfoundland e o setor de serviços é o principal motor da economia local, em áreas como saúde, finanças e administração pública. As indústrias de mineração, produção de óleo e manufatura também são fortes na província.
  • New Brunswick: o turismo é um dos setores que movimenta o local, mas também há oportunidades de emprego no ramo de produção de bens e na construção. A prestação de serviços também é forte nas áreas de comércio, assistência social e saúde.
  • Prince Edward Island (PEI): a área agrícola é o destaque do ponto de vista de empregos na província. Além disso, segmentos como turismo, pesca, manufatura de recursos primários, tecnologia da informação, entre outros setores, são também importantes para a economia local.
  • Nova Scotia: é a província mais populosa do Atlântico. Um diferencial é a tradição na indústria cinematográfica do Canadá. Além disso, é a maior exportadora de árvores de Natal, lagostas e frutos silvestres. A região é conhecida por receber muitos estudantes que desejam se especializar nas universidades da província.

 

Como você pode perceber, as opções para trabalhar nessa região são diversas e abrangem um grande número de profissões. Entretanto, uma maneira de fazer a aplicação para essas províncias no futuro é fazer um intercâmbio de estudo já em uma instituição de ensino das províncias do Atlântico.

 

Conheça a Cape Breton University

 

Uma das universidades mais renomadas localizadas nas províncias do Atlântico é a Cape Breton University, na Nova Scotia. A instituição fica na Ilha de Cape Breton e está fortemente relacionada à cultura indígena, o que fornece aos intercambistas uma experiência única.

 

A universidade já recebeu mais de 5.500 alunos ao longo dos anos para cursos de graduação, pós-graduação e mestrado. Com foco em inovação e liderança, possui programas inovadores de desenvolvimento econômico e sustentabilidade, em áreas como artes liberais, ciências, negócios, saúde e profissionais.

 

Outros diferenciais da instituição são a aprendizagem por meio da experiência e o incentivo e suporte do corpo docente à pesquisa acadêmica.

 

 

Quer saber mais sobre a Cape Breton University, como estudar na instituição canadense e como funciona o processo de imigração pelo programa das províncias do Atlântico? Entre em contato com a Spiible e um de nossos consultores especializados em intercâmbio irá esclarecer todas as suas dúvidas e ajudar na realização do seu sonho de morar fora do país!