Passo a passo do Intercâmbio: como funciona?

share on

Hoje, obviamente não é mais necessário que um estrangeiro venha para o Brasil para que um brasileiro vá para outro país, e existem várias modalidades possíveis de intercâmbio. Mas o principal objetivo para se fazer um continua sendo imergir em uma cultura diferente, além de desenvolver fluência em um novo idioma, melhorar o currículo acadêmico e/ou profissional, ampliando sua visão de mundo e sua bagagem de experiências.

Os intercâmbios surgiram no contexto em que dois estudantes “trocavam de país” para vivenciar o dia a dia de outra cultura, promovendo um intercâmbio de conhecimentos.


Hoje, obviamente não é mais necessário que um estrangeiro venha para o Brasil para que um brasileiro vá para outro país, e existem várias modalidades possíveis de intercâmbio. Mas o principal objetivo para se fazer um continua sendo 
imergir em uma cultura diferente, além de desenvolver fluência em um novo idiomamelhorar o currículo acadêmico e/ou profissional, ampliando sua visão de mundo e sua bagagem de experiências.

 

Neste post, reunimos as principais informações sobre como fazer um intercâmbio, quais as opções, como decidir a melhor época e o destino do seu intercâmbio, dentre outros aspectos importantes para que você tenha a melhor experiência de intercâmbio possível!

O que é intercâmbio e como fazer?

 

O principal diferencial de um intercâmbio em relação a uma viagem turística ao exterior, além do tempo de duração, é a finalidade de mergulhar em uma nova cultura e vivenciá-la como um morador local. 


Além disso, o intercâmbio costuma ter
objetivos acadêmicos e/ou profissionais envolvidos. A maioria dos intercambistas se matricula em uma instituição de ensino no país escolhido, seja para estudar o idioma, seja para cursar high school (equivalente ao ensino médio no Brasil) ou uma universidade/college (cursos de graduação, mestrado, doutorado, MBA ou especialização). 

 

Em alguns casos, o visto de estudante dá permissão para trabalhar. Isso varia de um país para outro e de acordo com o tipo de programa escolhido pelo intercambista.

 

O mais indicado é contratar uma agência de intercâmbio para ajudar você antes, durante e até depois do seu processo de intercâmbio. Assim, você terá orientações direcionadas de acordo com seus objetivos, tanto na tomada de decisões quanto na parte prática e burocrática (documentação, visto, matrícula etc.), evitando uma série de imprevistos que podem comprometer seu planejamento.

Como funciona?

 

A seguir, um passo a passo básico para você ter um panorama geral de como funciona um intercâmbio:
  • Matricular-se em um curso no exterior por meio de uma agência de intercâmbios.
  • Chegando no aeroporto, você poderá ser recepcionado por um serviço de transfer que vai levá-lo à sua acomodação (a contratação deste serviço é opcional).
  • Durante o intercâmbio, você poderá ficar hospedado em uma casa de família ou em residência estudantil, junto a outros intercambistas (as refeições podem estar incluídas ou não).
  • No primeiro dia de aula é feito um teste escrito e oral para nivelamento e encaminhamento dos alunos para a turma adequada (pode haver alunos do mundo todo nas turmas).
  • Conforme for evoluindo no domínio do idioma, o estudante pode ser alocado em turmas superiores.
  • Além das aulas, muitas escolas oferecem uma programação de atividades extracurriculares, como passeios, trabalhos voluntários, eventos e viagens opcionais.
  • Ao final, o estudante recebe um diploma ou certificado com as médias obtidas ao longo do curso.

Quem pode fazer?

Uma das dúvidas frequentes é sobre com quantos anos se pode fazer um intercâmbio. A boa notícia é que existem opções para praticamente todas as idades! Veja a seguir alguns exemplos.

 

  • Abaixo de 12 anos: intercâmbio em família
  • 12 a 17 anos: intercâmbio teen (intercâmbio de férias)
  • 14 a 17 anos e já fala outro idioma: High School (Ensino Médio no exterior)
  • Acima de 18 anos e quer aprender ou aperfeiçoar outro idioma: Cursos de idioma, intercâmbio de estudos e trabalho, trabalho voluntário no exterior
  • Acima de 18 anos e já fala outro idioma: cursos preparatórios para exames de proficiência na língua, universidades no exterior, Executive Education, estágios, trabalho de férias, intercâmbio de estudos e trabalho
  • Mulheres de 18 a 26 anos: Au Pair
  • Universitários até 28 anos: trabalho de férias 
  • Acima de 30 anos: Executive education, programas de intercâmbio com turmas voltadas para 30+, dentre outros.

Por que é importante fazer intercâmbio?

Motivos não faltam para fazer um intercâmbio. Independentemente do programa e do país que escolher, é certo que você voltará com experiências e conhecimentos diferentes de tudo o que já vivenciou e que serão lembrados por toda a vida. 

 

Veja mais algumas razões para você fazer intercâmbio:

  • Praticar e desenvolver fluência em um novo idioma de forma efetiva (e mais rápida).
  • Conhecer profundamente uma nova cultura, refletindo sobre seus próprios hábitos e costumes (pode ser que o estilo de vida do seu destino de intercâmbio tenha mais a ver com você e o faça incorporar novos hábitos ou, por outro lado, valorizar ainda mais os seus próprios costumes).
  • Ter um diferencial em seu currículo a partir de uma experiência internacional de estudos e/ou de trabalho.
  • Tornar-se mais independente, autoconfiante e capaz de lidar com situações diversas.
  • Aproveitar suas férias de uma maneira diferente, viajando e estudando ao mesmo tempo (há opções de programas de intercâmbio com duração a partir de duas semanas).
  • Conhecer o mundo fora da sua “bolha”, convivendo com pessoas de diferentes partes do mundo.

Quanto custa?

Os custos de um intercâmbio variam muito dependendo do destino, da época, do tipo de programa e do tempo de duração. As formas de pagamento e de parcelamento também são diversas. 

 

Por isso, o ideal é entrar em contato com uma agência especializada para fazer um orçamento sob medida e ajudar você a encontrar as melhores condições para o seu intercâmbio. 

 

As agências costumam ter parcerias com instituições de ensino e conseguir pacotes promocionais e descontos bem interessantes, além de indicar outros prestadores de serviços confiáveis no destino escolhido e ajudar o intercambista a fazer escolhas mais acertadas dentro da sua realidade financeira.

Como escolher seu destino de intercâmbio?

Há muitos aspectos relevantes a serem considerados para escolher um destino de intercâmbio, como seu nível de conhecimento no idioma, os tipos de programas disponíveis e pré-requisitos de cada um, valores das passagens e custo de vida no país e o interesse do estudante em relação à cultura local. 


É sempre bom estar aberto a mais de uma opção, mas buscar também fazer um filtro inicial e limitar a um número razoável de países para fazer uma análise mais profunda. Você pode fazer listas de prós e contras de cada um, e uma planilha com os
requisitos para inscrição e datas de aplicação.Assim, você consegue ter uma visão geral, levando em consideração suas prioridades, e evita perder oportunidades por conta de prazos e outros aspectos burocráticos. 


Como vimos, há muitas possibilidades, motivos e opções para fazer um intercâmbio. Você pode aproveitar suas férias, um período de transição entre empregos (e quem sabe até fazer uma mudança de carreira), pode fazer durante o ensino médio, antes, durante ou após a faculdade, adquirindo experiências extras antes de entrar, de fato, no mercado de trabalho, ir com a família toda para fazer uma imersão em uma realidade diferente…
Enfim, em cada momento da vida você poderá aproveitar essa experiência à sua maneira!

 

 

Entre em contato com um Student Advisor(SA) da Spiible! Muito mais do que um consultor de intercâmbio, ele ajudará você a organizar todo o seu projeto de estudos no exterior, desde o planejamento financeiro, passando pela aplicação de visto até o auxílio em caso de possíveis “perrengues” que você tenha em seu destino.


Além disso, o SA faz 
recomendações personalizadas, aconselha e faz de tudo para facilitar sua vida do início ao fim do processo, sendo seu principal ponto de apoio e de contato em todas as situações que envolverem seu intercâmbio!