Mudanças nas leis de migração do Canadá 2024

share on

No dia 22 de janeiro de 2024, o ministro de imigração canadense Marc Miller anunciou uma série de mudanças nas leis referentes ao visto de estudo para o Canadá e as permissões atreladas ao documento. Essas mudanças nas leis, com duração de dois anos, têm como objetivo aliviar a demanda relacionada ao setor de habitação no país, ao mesmo tempo em que promovem uma maior eficiência nos processos de imigração e integração de estudantes estrangeiros.

 

A seguir, apresentamos as principais atualizações e as mudanças que os estudantes brasileiros que estão planejando um intercâmbio no Canadá, podem esperar.

 

 Mudanças nas leis de migração do Canadá 2024

Mudanças nas leis: Visto para estudantes

 

O governo canadense anunciou uma redução de 35% na concessão de vistos de estudantes. Isso significa que menos vistos serão emitidos a partir de agora. No entanto, não é motivo para desespero! O país ainda vai emitir cerca de 360 mil permissões para estrangeiros em 2024, o que é um número considerável e que atende à demanda de estudantes que desejam estudar lá.

É importante ressaltar que essa medida não significa que os vistos foram eliminados, apenas que há um limite na quantidade emitida a cada ano. E aqui vai uma boa notícia: os programas de High School, Mestrado e Doutorado no Canadá não estão sujeitos a essa limitação na emissão de vistos de estudante.

Essa limitação na concessão de vistos entrará em vigor a partir de setembro de 2024 para estudantes matriculados em cursos de longa duração. Mas fique tranquilo, se você já está estudando lá ou está solicitando a renovação de uma permissão concedida anteriormente, não será afetado por essas mudanças.

Atualmente, o visto de estudo é necessário para estrangeiros que desejam participar de programas com duração de seis meses ou mais, como cursos de idiomas ou cursos de nível superior, como colleges, graduação, pós-graduação e mestrado. Porém, estudantes matriculados em cursos de idiomas de curta duração não serão afetados por essas mudanças.

Além disso, em meio a essas mudanças nas leis, uma nova exigência foi implementada: agora, todas as solicitações de visto de estudante precisam incluir uma “attestation letter” da província onde a instituição de ensino está localizada. As províncias têm até o dia 31 de março de 2024 para estabelecer o processo para emissão dessa carta para os estudantes.

Mudanças nas leis: Visto para estudantes

Estudo e trabalho no Canadá:

Com as mudanças nas leis anunciadas, uma importante novidade impactará os estudantes de colleges que fazem parte do modelo público-privado: eles deixarão de ser elegíveis ao PGWP a partir de setembro de 2024. No entanto, para equilibrar essa medida, os estudantes de mestrado poderão solicitar um PGWP mais longo, com duração de três anos, também a partir de setembro.

Anteriormente, o período concedido para o PGWP era baseado na duração do programa de estudos. Por exemplo, cursos com um ano de duração garantiam um ano de PGWP, que é o período de permissão de trabalho após a conclusão do curso. Com as mudanças nas leis, essa regra foi ampliada para os estudantes de mestrado e doutorado, proporcionando-lhes um período estendido de permissão de trabalho.

Outra alteração crucial diz respeito à autorização de trabalho para dependentes. Com as novas medidas, o visto de trabalho aberto (OWP) estará disponível apenas para cônjuges de estudantes matriculados em programas de mestrado, doutorado e programas profissionais, como medicina e direito. Essas mudanças têm como objetivo principal adaptar as políticas de imigração e trabalho às necessidades em constante evolução do mercado educacional e de emprego no Canadá.

Canadá segue aberto para estrangeiros:

 

Com um vasto território e uma população extremamente aberta à diversidade cultural, o Canadá continua sendo um dos principais destinos para intercâmbio e não tem a intenção de restringir estrangeiros que desejam estudar no país.

Segundo Marc Miller, as mudanças nas leis têm como objetivo melhorar a qualidade das instituições de ensino do país e também desacelerar o crescimento populacional, visando combater problemas como o aumento nos preços dos imóveis no Canadá.

Portanto, essas mudanças não devem impedir que estudantes internacionais planejem uma trajetória de estudos no Canadá, destacando a importância de especialistas em educação internacional na construção de uma jornada de sucesso.


Ainda tem dúvidas sobre as regras e mudanças nas leis de visto de estudante e as possibilidades para quem deseja estudar e trabalhar no Canadá? Conte com a ajuda dos especialistas de intercâmbio da Spiible!

Peça seu orçamento

Feira virtual {Tech}

Estudo & Trabalho

primeira feira focada em intercâmbio tecnológico para <estudantes brasileiros>

21 de Maio de 2024

6-10 PM BR

Online