Austrália: onde conseguir emprego?

share on

Veja aqui as melhores dicas para conseguir bons empregos (e salários) na Austrália.

Austrália é um dos destinos de intercâmbio mais cobiçados por brasileiros e estrangeiros do mundo todo. As oportunidades de emprego na Austrália atraem imigrantes em busca de melhores salários e qualidade de vida. As escolas na Austrália oferecem um nível educacional altíssimo, reconhecido internacionalmente.


Se você ficou interessado(a) e 
quer entender melhor se fazer um curso na Austrália vale a pena, como é o mercado de trabalho e os salários no país, leia até o fim!

Por que Austrália? 

Há muitos fatores que contribuem para que a Austrália seja um dos países mais procurados por intercambistas e estrangeiros de várias partes do mundo que buscam viver uma experiência internacional de estudos e trabalho.

 

O país tem uma política de imigração mais flexível para atrair profissionais qualificados de áreas para as quais existe uma grande demanda. Contudo, o caminho mais viável para entrar no país é com um visto de estudante, que concede permissão para trabalhar até 20 horas semanais durante o curso ou 40 horas nas férias. A média salarial é alta, inclusive para serviços básicos no comércio, hotéis, restaurantes, limpeza e construção civil.

 

Os australianos, de modo geral, são bastante receptivos e cordiais, e o país é marcado pela multiculturalidade, justamente por receber imigrantes do mundo inteiro, dentre brasileiros, árabes, asiáticos, indianos, europeus etc.

 

Um dos principais atrativos da Austrália é a qualidade de vida, que inclui boa infraestrutura de serviços, segurança, lazer,transporte público eficiente e educação de alta qualidade. Outro aspecto  a ser considerado é o clima agradável, bem parecido com o do Brasil.

 

O estilo de vida australiano é bastante influenciado pelas características geográficas e a riqueza natural do país, que tem um extenso litoral e uma vida selvagem exuberante, o que o torna bastante convidativo para atividades ao ar livre. A vida cultural na Austrália também é agitada, com variados museus, companhias de teatro, grupos musicais, shows, festivais etc.

Como é o mercado de trabalho na Austrália?

taxa de desemprego na Austrália é baixíssima, especialmente em cidades como Sydney, Melbourne, Brisbane, Adelaide e Perth.


Além disso, é um dos melhores países do mundo para estudar e aprender inglês, sendo 
o terceiro mais procurado por estrangeiros, de acordo com a International Education Association Australia (IEAA). A Austrália apresenta um rigoroso controle de qualidade de suas instituições de ensino, o que assegura aos estudantes acerca do retorno sobre o investimento para estudar na Austrália.

É importante destacar isso, pois as melhores oportunidades de emprego e salários na Austrália estão diretamente ligadas ao nível de domínio da língua inglesa e à capacidade de se comunicar no idioma.

A maior parte das vagas de emprego é na área de hospitalidade: hotéis, restaurantes, bares, cafés e pubs. Você pode conseguir uma vaga de meio período para trabalhar enquanto estuda e ganhar experiência no mercado local, desenvolvendo habilidades requisitadas pelos empregadores australianos, fazendo networking e preparando seu currículo para galgar posições neste mesmo mercado ou em outras áreas de interesse.


Você pode recorrer a 
sites que divulgam vagas de emprego na Austrália (como Career One, Seek, Gumtree, My Career, Day Work, Yellow Pages, dentre outros) ou até mesmo distribuir currículo de porta em porta. O primeiro pode ser um pouco mais difícil de conseguir, mas depois que fizer contatos, você pode conseguir indicações que facilitam o processo.

Quais as áreas de trabalho em ascensão na Austrália? 

Conforme mencionado, há uma política de imigração mais flexível para profissionais especializados em áreas para as quais existe alta demanda no país. Assim, se você pretende morar na Austrália, pode ser interessante investir em uma qualificação direcionada para uma dessas áreas, aumentando suas chances de estender o visto de estudante ou até conseguir emigrar definitivamente.

 

Áreas como a da saúde, educação, construção civil e tecnologia da informação estão em ascensão na Austrália. Confira a seguir algumas das profissões que estão com alta demanda:

 

  • Gerentes de construção
  • Gerente de engenharia
  • Gerente de creche
  • Gestores de serviços de saúde e bem-estar
  • Outros gestores especialistas
  • Atores, dançarinos e outros profissionais do entretenimento
  • Profissionais da música
  • Diretores artísticos e produtores de mídia
  • Contadores
  • Auditores, secretários de empresa e tesoureiros corporativos
  • Atuários, matemáticos e estatísticos
  • Economistas
  • Economistas e avaliadores de terras
  • Consultor de gerenciamento
  • Arquitetos e arquitetos paisagistas
  • Cartógrafos e agrimensores
  • Engenheiros Químicos e de Materiais
  • Profissionais de Engenharia Civil
  • Engenheiros Elétricos
  • Engenheiros eletrônicos
  • Engenheiros industriais, mecânicos e de produção
  • Engenheiros de mineração
  • Outros profissionais de engenharia

Como são os salários na Austrália? 

salário mínimo na Austrália é calculado por hora, ficando na média de AU$20/hora. Fazendo um trabalho part-time (20 horas semanais) você receberia, então, um salário mensal em torno de AU$1600 enquanto estiver estudando. Para trabalhadores full-time (38 horas semanais), o salário mínimo é de AU$2780 mensais. 

 

Confira a seguir alguns exemplos de empregos com as respectivas médias salariais e nível de inglês exigido.

Nível de inglês básico 

  • Lavador de pratos (AU$ 18,00 a AU$ 25,00 / hora)
  • Ajudante de obras (AU$ 18,00 a AU$ 30,00 / hora)
  • Limpeza/diarista (AU$ 18,00 a AU$ 24,00 / hora)

Nível de inglês intermediário

  • Cozinheiro (a) (AU$ 18,00 a AU$ 24,00 / hora)
  • Garçom (AU$ 20,00 a AU$ 34,00 / hora)
  • Ajudante de loja (AU$ 18,00 a AU$ 25,00 / hora)

Nível de inglês avançado

  • Assistente administrativo (AU$ 25,00 / hora)
  • Chef de cozinha (AU$ 22,00 a AU$ 30,00 / hora)
  • Barista (AU$ 18,00 a AU$ 25,00 / hora)

 

Vale ressaltar que os salários são compatíveis com o custo de vida na Austrália, proporcionando um poder de compra que permite à população não só pagar despesas básicas, mas ter acesso a lazer e bens de consumo.

 

Enquanto estiver estudando, pode ser necessário economizar comendo em casa e dividindo quarto, por exemplo. Contudo, ter a possibilidade de trabalhar em tempo parcial e custear ao menos uma parte dos gastos durante o curso já ajuda bastante.

Como imigrar para a Austrália? 

Se você é um profissional qualificado de uma das áreas em alta demanda na Austrália, pode tentar aplicar direto para o Skilled Visa, que oferece residência permanente.

 

Há, ainda, o Sponsor Visa, quando um “patrocinador” oferece um contrato de trabalho que justifique sua imigração e o porquê da contratação. No entanto, esses vistos de trabalho são mais burocráticos e difíceis de conseguir.

 

O caminho mais comum é entrar no país com um visto de estudante, que serve tanto para cursos de idiomas, quanto para graduação e pós-graduação, e permite que o estudante trabalhe em tempo parcial. A modalidade do Student Visa pode variar de acordo com a duração do programa de estudos escolhido.

 

Quem conclui um curso de graduação na Austrália, também tem opções de vistos para estender seu tempo de permanência no país, como o Temporary Graduate Visa, que concede até 18 meses de trabalho.

 

Para saber mais sobre cada tipo de visto, os pré-requisitos e valores de cada um e planejar seu intercâmbio na Austrália, entre em contato com a Spiible! A consultoria é gratuita e nossos consultores especializados vão orientar você de acordo com seu perfil e objetivos.