Tipos de intercâmbio: conheça o mais adequado para o seu perfil

share on

Conheça os principais tipos de intercâmbio e veja qual mais se encaixa com seus sonhos e objetivos.

Os intercâmbios surgiram no contexto em que dois estudantes “trocavam de país” para vivenciar o dia a dia de outra cultura, promovendo um intercâmbio de conhecimentos.


Hoje, obviamente não é mais necessário que um estrangeiro venha para o Brasil para que um brasileiro vá para outro país, e existem várias modalidades possíveis de intercâmbio. Mas o principal objetivo para se fazer um continua sendo 
imergir em uma cultura diferente, além de desenvolver fluência em um novo idiomamelhorar o currículo acadêmico e/ou profissional, ampliando sua visão de mundo e sua bagagem de experiências.

 

Neste post, reunimos as principais informações sobre como fazer um intercâmbio, quais as opções, como decidir a melhor época e o destino do seu intercâmbio, dentre outros aspectos importantes para que você tenha a melhor experiência de intercâmbio possível!

 

Idiomas

 

Há cursos de idiomas a partir de duas semanas para quem dispõe de menos tempo, mas tem o desejo de passar um tempo fora estudando e aprimorando seu domínio em uma língua estrangeira, como inglês ou espanhol, que são as línguas mais faladas no mundo todo.


O intercâmbio de idiomas é um dos tipos 
mais procurados, aliás, e está disponível em vários países. É possível se inscrever a partir de 17 anos, sem limite de idade. Sim, intercâmbio não é só para jovens!

 

A flexibilidade oferecida por esse tipo de intercâmbio permite, por exemplo, que você aproveite suas férias do trabalho para viajar e estudar, praticando e aprimorando seus conhecimentos em gramática, vocabulário e conversação.


Além das aulas propriamente ditas, as escolas de idioma costumam organizar 
atividades extracurriculares, como excursões e passeios aos principais pontos turísticos, promovendo uma imersão na cultura local, e outros eventos para estimular a socialização entre os alunos de diferentes países.

Ensino Médio ou High School

O intercâmbio High School é voltado para adolescentes de 14 a 19 anos que desejam cursar parte do Ensino Médio no exterior (geralmente, um semestre ou um ano). É muito comum nos Estados Unidos, mas também pode ser feito em outros países.

 

Nesse período, o intercambista frequenta uma escola como qualquer outro jovem local e, na maioria dos casos, mora e fica sob responsabilidade de uma família selecionada pela agência de intercâmbio, com aprovação dos pais. Assim, esse jovem consegue ter uma experiência bem imersiva com a língua e a cultura local.


É importante já ter um 
nível pelo menos intermediário de conhecimento no idioma, já que precisará acompanhar as aulas, realizar provas e trabalhos como todos os alunos. Esse ano ou semestre escolar é validado no retorno ao Brasil.

Estudo e Trabalho

Esse é um dos tipos de intercâmbio mais procurados, e está disponível em países como Canadá, Austrália, Malta, Irlanda e Nova Zelândia. Também há a opção, nos Estados Unidos, do programa de Work and Travel ou Work Experience, voltado para estudantes de graduação e pós-graduação.


É possível se matricular em um programa de estudos de uma instituição de ensino nesses países e receber permissão para 
trabalhar em tempo parcial durante o curso e, em alguns casos, em tempo integral nas férias. Em geral, as vagas são para atendimento ao público, como garçom, vendedor e recepcionista.


Assim, o estudante recebe 
salário na moeda local e consegue cobrir parte ou até a totalidade de seus custos vivendo no país, além de ter ainda mais contato com as pessoas e o idioma em seu dia a dia. Dependendo do salário e da reserva financeira que tiver, o intercambista consegue, ainda, investir em passeios e viagens, tornando sua experiência de intercâmbio ainda mais completa.

 

É preciso entrar em contato com uma agência de intercâmbios especializada que tem acesso a esses programas de intercâmbio de estudos e trabalho para te orientar em relação ao tipo de visto e encaminhá-lo ao programa mais adequado para você.

Graduação

Estudantes que tenham completado o Ensino Médio no Brasil podem optar por realizar uma graduação no exterior. Para isso, é preciso já ter um bom nível de conhecimento no idioma do país de destino, comprovado por meio de testes de proficiência como o IELTS e o TOEFL. Se você ainda não tem domínio suficiente do idioma, existe a possibilidade de fazer um curso intensivo voltado para esses testes.


Na maioria dos casos, se trata de uma 
graduação sanduíche, em que você faz, geralmente, entre um e três semestres do seu curso em uma universidade estrangeira.

 

Embora seja um dos tipos de intercâmbio mais caros, pelo tempo de duração e custos de matrícula em universidades internacionais, muitas oferecem bolsas. Além disso, é uma ótima fase para se fazer um intercâmbio, pois os estudantes de graduação, em grande parte, ainda não têm grandes responsabilidades, como trabalho fixo, e não constituíram família, mas já desenvolveram certa maturidade para aproveitar melhor a experiência de intercâmbio.

Especialização

Tipo de intercâmbio voltado para quem já tem, pelo menos, um diploma de graduação em seu país de origem e quer se especializar fora, tendo ou não experiência de trabalho na área.


Essa especialização pode ser uma 
residência médica ou na área da saúde, mestrado, doutorado, PhD, Fellowship ou MBA. O tempo médio de duração varia entre seis meses e dois anos, dependendo do tipo de programa escolhido.


É um intercâmbio ideal para quem busca um diferencial em seu currículo acadêmico e/ou profissional para 
ingressar ou se recolocar no mercado (ou na área de pesquisa) com melhores salários e oportunidades. Além da possibilidade de aprimorar seus conhecimentos em instituições de prestígio mundial, você desenvolve fluência em outro idioma e vivencia uma cultura diferente, o que pode agregar muito em sua bagagem de experiências.


Algumas instituições oferecem bolsas parciais ou integrais para estrangeiros. Para saber mais sobre isso, entre em contato com uma agência de intercâmbios especializada que tenha parcerias com 
colleges e universidades no exterior. 

 

 

 


Conseguiu identificar qual tipo de intercâmbio é mais adequado para o seu perfil? Como vimos, fazer intercâmbio é um prato cheio para desenvolvimento pessoal e profissional em diferentes fases da vida. Viajar, estudar e trabalhar fora é possível, e nós queremos ajudar você a viver e aproveitar essa experiência da melhor maneira: entre em contato com a Spiible!