Universidades na Europa: caminhos e oportunidades

share on

Ter um diploma de uma universidade europeia é um diferencial para seu currículo, principalmente se você almeja bons salários e crescimento profissional.

Um dos caminhos mais promissores para quem deseja fazer carreira internacional, sem dúvidas, é cursar alguma das universidades na Europa. Além de ser um centro de negócios globais, o continente europeu concentra algumas das melhores instituições de ensino superior do mundo, com cursos que preparam seus estudantes para atuar no mercado internacional em diversos segmentos de negócios.


Se você tem o sonho de
 estudar e trabalhar na Europa, saber como fazer faculdade no exterior é um dos primeiros passos que vão conduzir a esse caminho repleto de oportunidades incríveis para sua carreira.

 

Universidades na Europa

 

 

Como e por que estudar na Europa?

 

Um intercâmbio na Europa pode ser um grande divisor de águas na sua vida pessoal e profissional. Ter um diploma de uma universidade europeia traz um diferencial muito significativo para seu currículo, independentemente dos seus planos de carreira, mas principalmente se você almeja conquistar excelentes oportunidades de trabalho no mercado europeu.


Uma vantagem adicional de fazer
 graduação na Europa é que lá é possível concluir um curso superior em 3 anos, diferentemente do que acontece no Brasil, em que os cursos de graduação duram, no mínimo, 4 anos. Assim, você estará pronto para o mercado internacional em menos tempo.

 

 

Quais os requisitos para ingressar em universidades na Europa?

 

Para ingressar em uma universidade na Europa, em geral, você deverá apresentar: histórico escolar e diploma de ensino médio com tradução juramentada, teste de proficiência em inglês, carta de recomendação, dissertação ou vídeo, application form e comprovante de pagamento da taxa de application (informe-se direto com a escola escolhida). 


Tendo uma carta de aceite de uma instituição de ensino, você deverá apresentá-la junto aos demais documentos exigidos para dar entrada no
 visto de estudante, como passaporte válido durante todo o período do curso, seguro de saúde obrigatório e comprovação de renda. Cumprindo todos os requisitos, o índice de aprovação é bem alto, tanto do visto quanto na universidade. Geralmente, não é necessária a realização de prova nem de entrevista (pode acontecer em alguns casos excepcionais, mas não é regra).

 

 

 

Carreira na Europa: como um bachelor abre portas no mercado internacional?

 

Quem investe na própria educação cursando uma faculdade na Europa, já é visto pelo mercado internacional com outros olhos. Seu perfil passa a ser o de alguém que está se qualificando devidamente para atender de maneira mais específica às demandas de empresas e negócios europeus, e não o de um(a) aventureiro(a) que “largou tudo” em seu país de origem para “tentar a vida” no exterior. 


De fato, a Europa tem muitas oportunidades incríveis de trabalho e desenvolvimento de carreira. Mas elas estão reservadas, naturalmente, para quem se prepara e se qualifica melhor para essas vagas. Fazendo um
 bachelor em uma universidade na Europa, você sai na frente, inclusive, de quem fez somente uma pós ou uma especialização internacional. Além da qualificação propriamente dita, quanto mais tempo você estiver no país, maior será a confiança de empresas consolidadas em contratar você, especialmente para vagas mais estratégicas. 


Durante os estudos, você terá, ainda, a chance de fazer 
networking com professores e colegas do mundo inteiro, ampliando não só sua rede de contatos, mas também sua bagagem cultural e conhecimento de mundo, aprendendo a lidar com diferentes situações e pessoas, habilidade valorizada pelas melhores empresas de qualquer país, inclusive o Brasil. Ou seja, mesmo para alcançar cargos mais altos e disputados (e que oferecem melhores salários) por aqui, o diploma internacional fará uma diferença considerável.

 

 

Qualidade de ensino na Europa é referência mundial

 

Como já evidenciamos, a Europa é referência mundial em qualidade de ensino. Um dos países que mais se destaca nesse quesito é a Suíça, que além disso tem um dos melhores índices de qualidade de vida do mundo. Sabemos que, com isso, o custo de vida por lá não é barato. 


No entanto, há universidades suíças com unidades em outros países europeus que têm um custo de vida um pouco mais convidativo, mantendo o mesmo padrão e qualidade de ensino. É o caso da E‌U Business School, que foi fundada na Suíça (Genebra e Montreux), mas tem outros campi na Alemanha (Munique) e na Espanha (Barcelona). 


Se o seu objetivo é
 trabalhar e estudar na Suíça, por exemplo, fazer uma graduação na Suíça mesmo, certamente lhe dará uma vantagem competitiva muito interessante. Mas se você estiver aberto a outras possibilidades, saiba que vale a pena estudar na Alemanha e também vale a pena estudar na Espanha, principalmente se você pensa em trabalhar em startups — só em Barcelona, por exemplo, existem mais de 1000 empresas desse tipo!


Você terá uma formação superior de qualidade excepcional, que em nada deixa a desejar em relação às melhores universidades do mundo, e com um ótimo custo-benefício se comparado a essas universidades mais famosas. Além disso, a EU Business School proporciona aos seus alunos contato direto com empresas e negócios internacionais de alto nível, professores com grande expertise de mercado e, diante de tudo isso, grandes possibilidades para que seus estudantes possam engrenar uma
 carreira na Europa.

 

10 melhores lugares para estudar na Europa ‹ GO Blog | EF Blog Brasil

 

 

Ao concluir seu bachelor na Europa, você pode conseguir uma extensão de visto e permissão para trabalhar, contando ainda com possíveis indicações de contatos que você fará durante o curso. Sabendo aproveitar bem essas oportunidades, você estará capacitado(a) para trabalhar em qualquer país da Europa e do mundo, construindo uma carreira bastante promissora, ainda que decida retornar ao Brasil. 


Para que esse processo transcorra da melhor maneira desde o início, reduzindo as possibilidades de falhas que possam atrapalhar seus planos de estudar no exterior, é importante contar com
 assistência especializada de uma agência ou agente de imigração.

 

< Older Post