Tipos de Visto

share on

Uma das primeiras questões que surgem é a respeito dos tipos de visto, valor, e agora também sobre visto na pandemia. O visto americano é um dos mais burocráticos, e muitas pessoas imaginam que os demais países que exigem visto para entrada de brasileiros tenham processos e nível de exigência parecidos. Mas a verdade é que cada país adota critérios próprios para processamentos de vistos.

Estados Unidos, Canadá, Malta, Nova Zelândia, Inglaterra, Reino Unido, África do Sul, Austrália e Irlanda são alguns dos países mais procurados por estudantes brasileiros, e recebem intercambistas de várias partes do mundo. 

Uma das primeiras questões que surgem é a respeito dos tipos de visto, valor, e agora também sobre visto na pandemia. O visto americano é um dos mais burocráticos, e muitas pessoas imaginam que os demais países que exigem visto para entrada de brasileiros tenham processos e nível de exigência parecidos. Mas a verdade é que cada país adota critérios próprios para processamentos de vistos.

Como aumentar as chances de aprovação do meu visto?

Não há garantia de aprovação de visto em nenhuma circunstância, já que a decisão final é fruto de uma análise da imigração sobre cada pedido de visto.

O que dá pra fazer é reduzir os riscos de receber uma negativa adequando-se à totalidade ou à maior parte dos critérios utilizados para o tipo de visto que você pretende conseguir, de preferência comprovando tudo por meio documentos, extratos bancários etc.


De modo geral, é importante comprovar vínculo forte com seu país de origem e capacidade financeira para se manter durante seu intercâmbio. Cada país estabelece uma renda mínima de acordo com os custos de moradia, transporte, alimentação, lazer etc. Por isso é muito importante fazer um bom 
planejamento financeiro para o seu intercâmbio.

Para essa comprovação financeira, você pode apresentar extratos de sua conta-corrente, poupanças, aplicações financeiras com liquidez e imposto de renda, dependendo do seu rendimento anual.

No caso de visto de estudante, também é importante demonstrar como o curso que você pretende fazer terá impacto em seu crescimento profissional, e uma motivação forte para retornar ao país de origem após o término do programa de estudos.

Como funciona a aplicação e processamento de vistos?

Nem todos os países exigem entrevista ou apresentação presencial para solicitação de visto. Há processos de visto que ocorrem 100% on-line. Alguns nem sequer exigem visto para intercambistas brasileiros, caso de países europeus como Alemanha, InglaterraIrlanda. Outros, como Canadá e Nova Zelândia, facilitaram o processo em determinadas  situações, exigindo apenas uma autorização eletrônica. Tudo vai depender do destino escolhido, do tempo e do tipo de curso que você pretende fazer.


O prazo de processamento varia com a demanda interna da imigração, por isso é 
importante se planejar com antecedência, principalmente agora que algumas fronteiras estão reabrindo e deverá haver um alto número de solicitações acumuladas para serem processadas.

Quais perfis têm maior taxa de aprovação de visto?

É difícil estabelecer um perfil específico que tenha mais chances de ser aprovado de maneira geral. Por isso é importante contar com orientação especializada de uma agência ou agente de imigração que vai ajudar você a traçar um caminho, apresentando possibilidades de aplicação de visto com mais chance de aprovação de acordo com seu perfil e objetivos, e prestando auxílio em todas as etapas do processo. 

Tipos de visto

A seguir, reunimos informações sobre vistos de estudante para alguns dos países mais procurados por intercambistas brasileiros. Confira!

Canadá

eTA

Taxa: CAD7

Elegibilidade:

  • Cidadãos com passaporte brasileiro que tiraram o visto canadense nos últimos 10 anos;
  • Cidadãos com passaporte brasileiro que possuam um visto válido para os Estados Unidos.

TRV(Temporary Resident Visa)

Visto voltado para quem vai para o Canadá a turismo ou para estudar por até 6 meses. Este visto não permite trabalho. É válido por até dez anos ou até que o passaporte expire (o que ocorrer primeiro). Com um TRV, você pode viajar para o Canadá quantas vezes quiser para estadias curtas (normalmente por até seis meses de cada vez).

Taxa: CAD 185 (CAD 100 taxa do visto + CAD 85 Biometria)

Study Permit

Visto voltado para quem pretende estudar por 6 meses ou mais. O visto vale pelo período do curso, mais 90 dias. Se o estudante estiver matriculado em um curso com período full time em uma escola com DLI, em career colleges ou de ensino superior (bacharelado, mestrado, doutorado), ele pode trabalhar até 20 horas semanais e full-time nas férias. Neste tipo de visto é possível incluir dependentes.

 

Taxa: CAD 235 (CAD 150 taxa do visto + CAD 85 Biometria).

Austrália

Student Visa

Visto para estudantes matriculados em cursos de 14 semanas ou mais. É permitido trabalhar até 20 horas semanais durante o curso e full-time nas férias. Pode incluir dependentes.

Validade: de acordo com o curso. Para cursos de até 10 meses, o estudante ganha 1 mês de férias. Para cursos acima de 10 meses, o estudante ganha 2 meses de férias ou até 15/03 do próximo ano caso o curso termine nos meses de novembro e dezembro.

Taxa: AUD 630

Visitor Visa

Visto para realizar turismo e estudos (até 3 meses). Esse visto não permite trabalho.

 

Validade: normalmente e de múltiplas entradas com permissão de permanência de 3 meses (validade total de 1 ano).

 

Taxa: AUD 145

 

Pode permanecer na Austrália entre 2 a 4 anos trabalhando. O curso deve ter 2 anos acadêmicos, no mínimo (92 semanas).

  • bachelor degree (including honours): 2 anos
  • masters by coursework: 2 anos
  • masters by research: 3 anos
  • doctoral degree: 4 anos

Estados Unidos

Visto B1/B2

Visto voltado para quem pretende visitar os Estados Unidos ou realizar cursos de até 12 semanas com carga horária inferior a 18 horas semanais.

 

O visto tem validade de 10 anos e é de múltiplas entradas.

 

Taxa: USD 160

 

Visto voltado para quem pretende estudar nos Estados Unidos (cursos de idiomas ou acadêmicos). Ele é válido pelo período de estudos, mais até 60 dias.

Taxa: USD 160 (taxa do visto) + USD 350 (taxa SEVIS)

 

Nova zelândia

Fee Paying Student Visa (visto de estudante)

Visto voltado para quem pretender fazer um curso de 14 semanas ou mais em uma escola de categoria 1. Permite trabalhar até 20 horas por semana enquanto estuda e integral durante as férias.

Taxa: NZD330

Autorização eletrônica para quem pretende visitar a Nova Zelândia ou estudar por até 3 meses.

Taxa: NZD 44 se aplicado pelo aplicativo

          NZD 47 se aplicado pelo site da imigração

 

Visto voltado para quem pretender fazer um curso de 14 semanas ou mais em uma escola de categoria 1. Permite trabalhar até 20 horas por semana enquanto estuda e integral durante as férias.

Taxa: NZD330